terça-feira, 2 de junho de 2009

A Ilha da Madeira

No dia 31 de Maio fomos de autocarro para o aeroporto de Lisboa:
Lá fomos apanhar o avião da Easyjet para o Funchal:














Fomos ao Parque Temático da Madeira em Santana à caça ao tesouro.
Quem quiser ver como é o Parque Temático é só clicar http://www.parquetematicodamadeira.pt/
Em Santana vimos as casas típicas:
















A seguir fomos ao Pico do Areeiro, que tem 1818 metros de altitude:














A caminho do pico ainda passámos ao viveiro de trutas. Havia lá trutas pequenas e grandes:













Depois fomos à marina do Funchal comer um gelado:











A seguir fomos jantar ao Quartel da tropa, dar um passeio e fomos para a cama. Nós dormimos no quartel:














Na manhã seguinte fomos tomar o pequeno-almoço e fomos ver a parada Nuno Alvares:











Depois fomos ao Cabo Girão, com 580 m de altitude:














Passámos ainda pela Ribeira Brava:














Fomos às grutas e ao Centro de Vulcanismo, em São Vicente:














Almoçámos na escola de Porto Moniz e fomos ver as piscinas naturais de Porto Moniz:













E depois fomos, muito tristes, para o aeroporto. Lá encontrámos um palhaço, um coelho e um cavalo que nos fizeram rir, deram-nos uns balões e chocolates:














Nós gostámos muito da viagem mas foi cansativa e acabou depressa:












Esta viagem foi possível graças à ajuda do Sr. Presidente da Junta de Freguesia de São Facundo, que pagou 2/3 dos bilhetes do avião, e ao Sr. Rui Cunha da Direcção Regional de Educação da Madeira, que nos traçou um itinerário interessante e disponibilizou um autocarro durante os dois dias da visita.

3 comentários:

alexandre da turma A disse...

Eu gostei muito de andar de avião porque foi a primeira vez, de ver as casas típicas de Santana e gostei muito das grutas e do centro de vulcanismo.
Resumindo e concluindo gostei de tudo.

Francisco da casadopovo.blogspot.com (casa do povo de São Facundo da escola disse...

Eu gostei muito de lá ir mas queria voltar mas era de barco.
Sabem não queiram andar de avião é bonito lá por cima mas a aterrar é uma dore de ouvidos nem queiram saber!

rogeriovalentee disse...

Quem me dera também ter ido.



Beijocas, miminhos, e abraços da amiga chata Andreia.